Histórico Nacional

O Que é O Brasil Para Cristo

O primeiro culto oficial do Movimento foi no dia 03 de março de 1956, no bairro de Pirituba, em São Paulo, e o objetivo era ganhar o Brasil para Cristo.
O Missionário Manoel de Mello, dotado pelo Espírito Santo de autoridade espiritual e de um carisma inigualável, atraía milhares de pessoas para ouvir a mensagem do evangelho.
Combatia a idolatria e a feitiçaria. Orava pelos enfermos e eles eram curados em nome de Jesus. Paralíticos andavam, cegos enxergavam, surdos passavam a ouvir.
Milhares de pessoas aceitavam a Jesus como seu Salvador. Foi Pioneiro no rádio e na televisão, pregando em locais antes inimagináveis no meio evangélico, como em cinemas, teatros, ginásios e estádios de futebol.
As perseguições não tardaram e como conseqüência Tendas foram queimadas e nosso Tabernáculo derrubado. O Missionário foi preso e detido diversas vezes durante a sua vida, por pregar o evangelho e por não se calar diante das injustiças. Mas o grande arrebatador de almas não se abatia. Em São Paulo lotou o Estádio do Pacaembu pela primeira vez em maio de 1958, levando milhares de pessoas a ouvirem a mensagem da Salvação.
A verdadeira revolução que o Missionário Manoel de Mello estava causando começou a chamar a atenção de pastores do Brasil inteiro, que o procuravam querendo se unir a ele, entre eles o Pastor Aldor Peterson na Bahia, o Pastor Boanerges G. Figueiredo, no Rio Grande do Norte, o Pastor Ademar de Souza Mello, no Recife, o Pastor Manoel Messias, no Sergipe, o Pastor Gildo de Araújo, no Rio de Janeiro, o Pastor Jahir Dietrich, no Paraná, o Pastor Olavo Nunes, no Rio Grande do Sul, entre dezenas de outros pastores nos diversos estados.
O Missionário empreendeu inúmeras campanhas de evangelização nos diversos estados brasileiros, reunindo sempre milhares de pessoas.
Tornou-se o pregador brasileiro mais conhecido e respeitado no exterior, onde pregou em dezenas de países. Entrevistado por famosos jornais e televisões do mundo, foi o primeiro ministro evangélico a ser capa da Revista Veja.
Levantou a sua voz contra as injustiças sociais e denunciou em fóruns internacionais os descalabros do regime militar brasileiro, o que motivou algumas de suas detenções. Com a sua influência elegeu representantes para as Assembléias Legislativas e para a Câmara Federal.
O Missionário construiu em São Paulo a Igreja da Pompéia, Sede Nacional da Obra e o maior Templo Evangélico do mundo durante muitos anos, inaugurado em julho de 1979.
Sob a sua liderança a igreja se instalou e cresceu em todo o país e na década de 60 percebeu-se a necessidade de tornar-se organização. A primeira Diretoria Oficial e o primeiro Conselho Deliberativo foram formados, sob a presidência do Missionário.
Em 1974, o Missionário convocou uma Assembléia Nacional, realizada na Sede da Pompéia, ocasião em que a Igreja passou oficialmente a ser denominada Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil para Cristo.
Nessa ocasião a Convenção Nacional foi organizada e também o Conselho Deliberativo, órgão diretivo e administrativo da Convenção Nacional, ambos sob a presidência do Missionário Manoel de Mello. As Convenções Estaduais e Regionais começaram a ser implantadas a partir dessa data.
Em 1976 o Missionário nomeou o querido amigo Pastor Olavo Nunes para sucedê-lo na presidência da Convenção Nacional. Para a gestão seguinte nomeou o Pastor Ivan Nunes. Em 1986 uma nova Assembléia Nacional transformou a Convenção Nacional em Conselho Nacional e extinguiu o Conselho Deliberativo. A presidência do Conselho Nacional passou a ser eleita mediante votação, ficando o Pastor Ivan Nunes como Presidente na gestão de 1986 a 1989. O Pastor Orlando Silva foi eleito para a presidência do Conselho Nacional na gestão de 1989 a 1999. O Pastor Roberto de Lucena foi eleito para a gestão de 1999 a 2005. Em 2005, o Pastor Orlando Silva foi novamente eleito para assumir a presidência.
O Missionário Manoel de Mello manteve-se como líder espiritual da obra até 1990, quando Deus o chamou no dia cinco de maio.
Hoje a igreja está organizada em 20 Convenções Estaduais e Regionais, com milhares de membros, igrejas e pastores.
Neste ano de 2006, para a Glória de Deus, estamos comemorando juntos os nossos 50 anos de lutas e de vitórias.

BREVE HISTÓRICO DA FUNDAÇÃO.

2 Responses to “Histórico Nacional”

  1. CONCLAMAÇÃO À NAÇÃO BRASILEIRA!
    Pela vontade de Deus, Ordenança de Cristo, e revelação do Espírito Santo, como Ministro do Evangelho, conclamo a todo o povo de Deus, especialmente à Igreja do Senhor Jesus Cristo, especialmente aos pastores aonde esta mensagem alcançar possa, para que divulguem em seus púlpitos e entre os irmãos, que Deus deseja que sejamos mais sérios moralmente para que o inimigo não venha a agir na nação brasileira nos próximos 3 meses! (1 Pe.1:2-4)
    Pr.Prof. Darlan Lima (www.discipuladosemfronteiras.com) (85) 9969-8754

  2. Deus os abençoe!!